EU SOU

Minha foto
São José dos Campos, SP, Brazil
“A vida é a descoberta de quem somos." contato: rosicleidedavid@ymail.com
Se até o SiLêNcIo guarda em si pAlAvRaS caladas. O que deve haver sem as palavras?

...Nos meus intervalos, eu passo por aqui...

Revelo a colheita do que plantei durante o dia,

Faço uma breve análise do que está em mim ou do que se passa ao meu redor,

Ou simplesmente deixo fragmentos de sonhos...

ATENÇÃO:


Os textos de minha autoria são protegidos pela lei n° 9.610 de 19-02-1998, “lei dos direitos autorais”.

Votem em Palavras Lapidam

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

quanto tempo...


Quanto tempo perdemos?


Quanto tempo perdemos longe daqueles que amamos?Quanto tempo se passa enquanto deixamos para o amanhã um abraço que não nos tomaria muito tempo?
E se esse abraço, quando enfim chegar o amanhã, não for mais possível? Quanto tempo durará a sensação de solidão? Por todo o tempo de vida restante? Durará pela eternidade?

Quanto tempo eu vivi a menos, cedendo meus dias ao orgulho?
Quanto a minha vida depreciou, desgastando o ânimo por singelos atos de bondade?

Mas... bastasse um abraço e todos os anos perdidos seriam acrescidos.
Bastasse o perdão para que a vida voltasse a ganhar força.

E a contagem do tempo não faria mais sentido, tudo seria intenso por ser sincero.
Então para que me preocuparia com o tempo se eu teria a eternidade?


por Rose David
20/10/2010

Um comentário:

  1. O povo tá acostumado a ver o tempo e esquecer a vida!
    Adorei o texto!
    Um ótimo ferido linda
    xero

    ResponderExcluir