EU SOU

Minha foto
São José dos Campos, SP, Brazil
“A vida é a descoberta de quem somos." contato: rosicleidedavid@ymail.com
Se até o SiLêNcIo guarda em si pAlAvRaS caladas. O que deve haver sem as palavras?

...Nos meus intervalos, eu passo por aqui...

Revelo a colheita do que plantei durante o dia,

Faço uma breve análise do que está em mim ou do que se passa ao meu redor,

Ou simplesmente deixo fragmentos de sonhos...

ATENÇÃO:


Os textos de minha autoria são protegidos pela lei n° 9.610 de 19-02-1998, “lei dos direitos autorais”.

Votem em Palavras Lapidam

terça-feira, 9 de julho de 2013

Poesia avessa




Da poesia que não sou
Posso escrever,
Da falta de tempo,
Dos sorrisos perdidos
Enquanto procuro razões.
Do passo melindroso quando não conheço muito bem a direção
Das regras que criei ou aceitei.
Minto, acho até que sou, mas não me parece poesia.

Tão pouco posso escrever sobre o outro,
Que essa é poesia difícil de se escrever,
Amadora que sou, não sei.

A poesia que sou
E que escrevo, assim sem jeito
Sem rimas.
Mas, com tanta intensidade
São os sentimentos,
Quando de alguma maneira eles atravessam o peito
E aparecem em algum canto do meu corpo.
Às vezes, em silêncio
Tão sutilmente,
que nem eu mesma reconheço.


Rosicleide David
09.07.2013


Nenhum comentário:

Postar um comentário