EU SOU

Minha foto
São José dos Campos, SP, Brazil
“A vida é a descoberta de quem somos." contato: rosicleidedavid@ymail.com
Se até o SiLêNcIo guarda em si pAlAvRaS caladas. O que deve haver sem as palavras?

...Nos meus intervalos, eu passo por aqui...

Revelo a colheita do que plantei durante o dia,

Faço uma breve análise do que está em mim ou do que se passa ao meu redor,

Ou simplesmente deixo fragmentos de sonhos...

ATENÇÃO:


Os textos de minha autoria são protegidos pela lei n° 9.610 de 19-02-1998, “lei dos direitos autorais”.

Votem em Palavras Lapidam

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Urgência da vida


Urgência da vida!



Quanta urgência na vida!
Hoje, sentada no banco daquele parque
Olhando as crianças brincando
Esqueci- me das horas
A importância de tudo pareceu estar ali.
As folhas que caíam das árvores com tanta doçura
O menino com uma capa de pano cobrindo- lhe as costas sonhando ser um super- herói,
E hoje, ele pôde ser
Pois salvou- me da urgência na vida
E permitiu ao roubar- me o olhar
Durante um tempo envolto em ternura
Que eu não olhasse para as horas do relógio.
Hoje, o relógio não me ditou as ordens do dia
Sentei- me, não sei quanto tempo ao certo naquele banco daquele parque
E ao olhar aqueles anjinhos brincando
Lembrei- me de que também sou criança
Não fisicamente, posto que sou adulta
E que os anos envelheceram também os meus pensamentos,
Mas a capacidade de me emocionar eu trago no peito
É meu ser criança.
Assim, sonho com os pés no chão
Trilhando o caminho das realizações
E com o coração no céu, bem próxima à Deus.
Sentada naquele banco daquele parque
Não tive urgência na vida,
Mas sim, urgência da vida
De olhar as crianças, de ser criança.




Rosicleide David
12 de fevereiro de 2010

Um comentário: