EU SOU

Minha foto
São José dos Campos, SP, Brazil
“A vida é a descoberta de quem somos." contato: rosicleidedavid@ymail.com
Se até o SiLêNcIo guarda em si pAlAvRaS caladas. O que deve haver sem as palavras?

...Nos meus intervalos, eu passo por aqui...

Revelo a colheita do que plantei durante o dia,

Faço uma breve análise do que está em mim ou do que se passa ao meu redor,

Ou simplesmente deixo fragmentos de sonhos...

ATENÇÃO:


Os textos de minha autoria são protegidos pela lei n° 9.610 de 19-02-1998, “lei dos direitos autorais”.

Votem em Palavras Lapidam

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

SAUDADE


Saudade

de momentos que vivi

de desejos não realizados

principalmente de sonhos que se esvaíram pelo caminho,

que não chegaram a ter força para vir a ser reais...

saudade

de tudo que não pode voltar a ser

ou de tudo o que não foi, e nesse caso, saudade

da esperança...

da espera parecida a de uma criança

que com algumas moedas

pensa poder comprar todos os brinquedos que deseja...

que coloca o dente de leite debaixo do travesseiro

e espera a mágica acontecer...

sem questionamentos, sem filosofias

apenas com o seu coração esperançoso.

saudade

de tudo que o amor tocou

ou de quando fomos tocados por ele...

saudade

do tempo em que, sem se dar por conta, bastasse apenas o amor

mesmo que na utopia de nossas falhas estivéssemos sempre insatisfeitos.

saudade

do pai que abraçava a filha

e da filha que beijava- lhe a mão...

da primeira volta no quarteirão

da primeira queda de bicicleta...

quando corria pela rua como se estivesse em um filme de aventura.

saudade

dos sorrisos que foram iluminando o meu caminho

dos abraços que nunca esquecerei

de cada cheiro, cada tom de voz, cada jeito diferente de rir,

de cada andar...

que em algum momento da minha vida se fez presente acompanhando os meus passos,

de cada pessoa que Deus pôs ao meu lado na estrada da vida,

algumas que em certo ponto, e no ponto certo, seguiram caminhos diferentes.

saudade

de alguém que ria ao me ver enfurecida

e que por isso, as discussões sempre acabavam em gargalhadas.

saudade

dos amigos com quem passava horas filosofando a vida

dos amigos para quem eu dançava da forma mais desengonçada

para quem eu contava as piadas mais sem graça

e cantava, arriscando até umas entonações com a voz que eu não tenho

só para fazê- los rir, quantas gargalhadas!

saudade

quando recente, quase sempre é dor...

mas com o passar do tempo provoca um sorriso

talvez as lágrimas venham junto,

não de sofrimento

lágrimas leves, despertadas pela emoção.

saudade

é a certeza que o amor deixa pelo caminho

porque tudo que o amor toca há de um dia se tornar bom

e saudade só temos por experiências boas.

ter saudade

é olhar para trás

e ver uma estrada iluminada

por onde caminhamos, e não estávamos sozinhos!

...


a estrada continua...


não viva da saudade,

mas deixe- a te lembrar de vez em quando de como até aqui foi boa a tua vida.


Rosicleide David 04/ novembro/ 2009

Nenhum comentário:

Postar um comentário