EU SOU

Minha foto
São José dos Campos, SP, Brazil
“A vida é a descoberta de quem somos." contato: rosicleidedavid@ymail.com
Se até o SiLêNcIo guarda em si pAlAvRaS caladas. O que deve haver sem as palavras?

...Nos meus intervalos, eu passo por aqui...

Revelo a colheita do que plantei durante o dia,

Faço uma breve análise do que está em mim ou do que se passa ao meu redor,

Ou simplesmente deixo fragmentos de sonhos...

ATENÇÃO:


Os textos de minha autoria são protegidos pela lei n° 9.610 de 19-02-1998, “lei dos direitos autorais”.

Votem em Palavras Lapidam

terça-feira, 8 de setembro de 2009

alheia


Alheia


Um dia acordei alheia
Sim, acordei alheia à mim mesma.
Acordei e esqueci o que tinha para fazer
Esqueci qual dia era o da semana
E ao me olhar no espelho
Admirei a beleza que eu via
Como quem admira a um retrato
E não a seu reflexo.
Acordei alheia aos que eu via
Não os reconhecia
Não reconhecia à mim mesma.
Olhei na prateleira do quarto os meus livros
E me perguntei:
Será que eu li?
Não soube responder
Pois, acordei alheia ao meu passado
Alheia aos meus gostos.
Tentei lembrar do seu rosto
E me situar
Mas, por um segundo esqueci o seu nome
E tive a sensação de estar alheia até às batidas do meu coração
Alheia a qualquer pulsação ou sinal de vida que viesse de mim.
Aquela lista de prioridades no mural
Parecia não fazer sentido algum
Como definir a atividade mais importante da semana?
O mais importante era me encontrar
Precisava perder aquela sensação de estar alheia
Que não tinha gosto algum.


Aquela casa era alheia à mim também
Não tinha meu cheiro
Não tinha meus sapatos jogados pelos cantos.
Tudo estava em seu lugar
Eu é que não estava em lugar nenhum.
Por isso foi tão difícil me encontrar
O dia passou
E eu alheia à tudo que fazia
Seguindo apenas aquela lista
A lista dos compromissos aos quais eu me sentia descompromissada.
A noite chegou
O sono me acalmou
E acordei lembrando de mim.
Será que sonhei?
Isto eu não sei.


Mas devo deixar de mim por todo canto
Para que eu não me perca
Para que eu não acorde alheia
Para que eu esteja presente.


Rosicleide David 07/ setembro/ 2009

Nenhum comentário:

Postar um comentário